14 coisas mais bem avaliadas para fazer em Inverness, na Escócia

0

- Advertisement -

Amplamente considerada uma das cidades mais bonitas do Reino Unido, Inverness deve figurar muito na sua lista de lugares para visitar na Escócia. Como a maior cidade das Highlands escocesas, serve como o ponto de partida perfeito para aqueles que desejam experimentar esta região acidentada e extremamente cênica.

Mas não se apresse em deixar a “Capital das Terras Altas” para trás. Há muitas boas razões para ficar um pouco mais na cidade. Além de seu belo cenário, onde o Rio Ness deságua no amplo Moray Firth, é o lar de muitas igrejas históricas e fortalezas para explorar, ruas charmosas e caminhos ribeirinhos para passear e ótimas oportunidades de compras, restaurantes e entretenimento para experimentar.

E você não precisa se aventurar muito longe de Inverness para conhecer algumas das atrações turísticas mais conhecidas da Escócia. Loch Ness, suposto lar do famoso monstro marinho Nessie, não fica a mais de 15 minutos de carro, com seu famoso Castelo de Urquhart a uma curta distância de carro ao longo da costa do lago. O local de batalha mais infame das Terras Altas da Escócia, Culloden, onde os ingleses cimentaram seu domínio sobre o país, também fica próximo.

Para saber mais sobre esta bela cidade escocesa, não deixe de ler nossa lista das melhores coisas para fazer em Inverness.

Observação: algumas empresas podem estar temporariamente fechadas devido a problemas globais recentes de saúde e segurança.

1. Visite Mighty Fort George

Vinte minutos de carro a leste do centro de Inverness, no ponto mais estreito do Firth of Forth, fica Fort George. Construído logo após a derrota dos escoceses em 1746 na Batalha de Culloden, serviu como um lembrete aos inquietos escoceses de que Londres e a monarquia inglesa estavam firmemente no comando.

Sendo a maior fortaleza de artilharia nas Ilhas Britânicas, ela se estende por quase um quilômetro de comprimento. Sua forma única foi projetada para permitir que seus defensores disparem suas armas em praticamente qualquer direção em que um inimigo possa se aproximar. Muitas dessas armas originais ainda podem ser vistas aqui, incluindo uma impressionante coleção de canhões e outras armas, como mosquetes, lanças e espadas.

Outros destaques de uma visita incluem exposições que revelam a vida de soldados comuns na época, incluindo uma espiada em seus quartéis, arsenal e outras áreas. Há também um museu dedicado aos Highlanders da Rainha, bem como um centro de visitantes com uma loja de presentes.

2. Passeie pelas margens do Rio Ness e visite as Ilhas Ness

Explorar a bela área ribeirinha de Inverness a pé é imperdível. Enquanto os caminhantes hardcore vão querer enfrentar a caminhada de quase 12 quilômetros do centro de Inverness até a margem leste do Loch Ness e pegar a Loch Ness 360° Trail, uma rota circular que abrange todo o lago, aqueles com menos tempo ou energia podem divirtir-se dentro da própria cidade.

Começando no centro da cidade, o Ness Walk segue as duas margens do rio em um circuito fácil de três quilômetros que pode ser feito em cerca de duas horas. Ao longo do caminho, você terá a chance de avistar a vida selvagem, prestar suas homenagens no Inverness War Memorial e admirar os muitos jardins ao longo da rota.

As Ilhas Ness, uma série de pequenas ilhas localizadas no meio do rio, também são divertidas de explorar. Acessíveis por uma série de atraentes pontes de pedestres da era vitoriana, as ilhas são um ótimo lugar para relaxar e desfrutar de um piquenique à beira do rio. A Greig Street Bridge, construída em 1880, é outra passarela que você vai querer atravessar por suas belas vistas da cidade e do rio.

3. Castelo de Inverness

Embora atualmente apenas uma parte do Castelo de Inverness esteja aberta ao público, você ainda vai querer incluí-lo na sua lista de lugares para visitar em Inverness. Construído em arenito local, fica com vista para o Rio Ness e possui jardins encantadores que valem a pena explorar.

Há também um ótimo mirante com vista para o rio e para a cidade. Embora envolva uma subida de algumas escadas íngremes, vale a pena para aqueles que desejam uma ótima foto para levar para casa.

Além disso, anote em seu diário para retornar ao castelo no futuro. Os planos estão em andamento para transformá-lo em uma atração multimilionária, “The Spirit of the Highlands”, que mostrará a herança cultural e a beleza natural da região enquanto dá nova vida ao castelo.

4. Explore um mundo de plantas no Inverness Botanic Gardens

Desde que foi inaugurado em 1993, passear pelo Inverness Botanic Gardens provou ser outra atividade popular na Capital das Terras Altas. O fato de os jardins estarem localizados a poucos minutos a pé das Ilhas Ness significa que eles também podem ser percorridos como parte da caminhada ao longo da rede de trilhas que margeiam o rio Ness.

Os destaques de uma visita na primavera e no verão incluem explorar os muitos canteiros coloridos do parque, enquanto suas estufas podem ser visitadas durante todo o ano. Essas coleções de plantas de interior incluem espécimes de florestas tropicais, bem como plantas do deserto.

Uma agradável cachoeira e um grande lago com peixes também estão no local. Visitas guiadas estão disponíveis, mas requerem aviso prévio.

5. Museu e Galeria de Arte de Inverness

Aficionados por cultura e fãs de arte também encontrarão muitas coisas divertidas para fazer em Inverness. Se isso soa como você, então você vai querer incluir o Museu e Galeria de Arte de Inverness em seu itinerário.

Localizada a poucos passos do Castelo de Inverness, esta instalação interessante e recentemente renovada combina exposições de história local com mostras de importantes obras de arte relacionadas às Terras Altas da Escócia. Importantes obras de arte em exibição incluem uma série de retratos do clã Stuart, incluindo um de Bonnie Prince Charlie que Oliver Cromwell pendurou de cabeça para baixo como forma de insulto.

Também vale a pena ver a coleção do museu de recordações das Terras Altas, gaitas de foles e armas. Um café está localizado no local.

6. St. Andrew’s Cathedral

Outra atração imperdível de Inverness, localizada perto do castelo, é a Catedral de St. Andrew. Construída em 1869 e uma adição relativamente recente à extensa lista de edifícios atraentes da cidade, sua localização à beira do rio e construção local em pedra vermelha, sem dúvida, a torna uma das igrejas mais bonitas da Escócia.

A catedral anglicana mais ao norte da Grã-Bretanha, é notável por seus belos vitrais, bem como seus móveis de interior e esculturas em pedra. É também o lar de um excelente café, e uma loja de presentes está localizada no local.

Fique atento aos sinos da catedral, que podem ser ouvidos em toda a cidade e dizem estar entre os melhores da Escócia.

7. Canal da Caledônia

Concluído em 1849, o Canal da Caledônia continua sendo um dos feitos mais significativos da engenharia na Escócia. Seguindo a linha de falha caledoniana de Fort William, no oeste, até Inverness, o canal de fato faz uso do Loch Ness e de outros cursos d’água naturais em cerca de 60% de sua rota de quase 100 quilômetros.

Embora tenha sido construído para permitir o tráfego marítimo para evitar ter que viajar pela ponta norte da Escócia, geralmente tempestuosa e difícil de navegar, é a maior parte das embarcações de recreio que agora navegam nas águas do canal. Quase tão divertido quanto fazer um cruzeiro de férias de vários dias ou um cruzeiro turístico mais curto é simplesmente sentar-se no canal ou em uma de suas 29 eclusas e observar os barcos passarem.

8. Faça uma viagem ao Lago Ness e ao Castelo de Urquhart

A apenas 30 minutos de carro ou ônibus do centro de Inverness, você se verá olhando para o lago mais famoso da Escócia: Loch Ness. Se o tempo for curto e você não puder circundar todo o lago, siga para a costa norte.

Aqui, você encontrará as ruínas do espetacular Castelo de Urquhart. Sem dúvida, uma das cenas mais pitorescas de toda a Escócia, este impressionante castelo tem uma longa e rica história que remonta ao século XIII. Certifique-se de dar tempo também ao centro de visitantes, com suas exposições e artefatos relacionados ao seu importante papel na história escocesa.

Se você puder fazer toda a jornada ao redor do lago, espere pelo menos um dia para ver tudo. O Centro e Exposições do Lago Ness é imperdível, especialmente para aqueles que desejam aprender mais sobre o famoso e indescritível Monstro do Lago Ness.

9. Eden Court Theatre

O Eden Court Theatre é um ótimo lugar para quem procura um pouco de diversão e entretenimento noturno. Apresentando dois teatros de última geração, estúdios de dança e cinemas, sua construção acomodou importantes estruturas do século XIX, incluindo um antigo palácio e uma igreja, tornando-se a maior instalação desse tipo na Escócia.

Sua lista regular de entretenimento inclui apresentações teatrais profissionais, concertos de música clássica, bem como visitas de bandas de rock e pop em turnê. Um programa variado de workshops também é fornecido. Um café está localizado no local.

10. Visite o Culloden Battlefield e Culloden Viaduct

A apenas 10 minutos a leste de Inverness de carro, você se encontrará na pequena, mas historicamente significativa comunidade de Culloden. Foi aqui em 1746 que as tropas escocesas e inglesas travaram sua última batalha, que terminou com a derrota da tentativa do clã Stuart de recuperar a coroa escocesa.

Exposições e filmes de última geração no centro de visitantes, juntamente com edifícios preservados da época, contam a história em grande detalhe, por isso certifique-se de reservar pelo menos algumas horas para ver tudo. Há muito o que caminhar, mas vale a pena aprender mais sobre esse momento crucial da história da Escócia.

Depois, faça um pequeno desvio para vislumbrar o espetacular viaduto Culloden. Também conhecido como Viaduto Nairn, foi construído em 1898 e seus 29 vãos fazem dele o mais longo viaduto do país. Enquanto ainda está em uso e não pode ser percorrido, você pode tirar ótimas fotos do viaduto da beira da estrada.

11. Visite Abertarff House, o edifício mais antigo de Inverness

Construída em 1593 e ainda de pé na Church Street, a Abertarff House é famosa como o edifício mais antigo de Inverness. Agora uma propriedade do National Trust, esta casa antiga perfeitamente preservada oferece uma visão de como era a vida na época da Revolução Jacobita.

Expositores fascinantes fornecem detalhes de proprietários anteriores, e o café no local fará com que você queira ficar um pouco mais. Verifique seu site oficial para notícias de passeios guiados em torno dos principais marcos históricos de Inverness. A entrada é gratuita.

12. Faça compras no Victorian Market

Depois de todos os passeios turísticos de Inverness, faça uma pausa e delicie-se com a experiência de compras mais exclusiva da cidade.

Construído em 1890, o Victorian Market é uma galeria comercial coberta que abriga uma variedade de lojas de varejo de propriedade independente, incluindo algumas que vendem presentes artesanais exclusivos. Uma série de experiências gastronômicas também estão localizadas aqui.

13. Vá para Tartan no Scottish Kiltmaker Visitor Center

Falando em compras, nada diz “eu estive na Escócia” como um kilt genuíno feito nas Terras Altas. Dê um passeio até Huntly Street e você encontrará o Scottish Kiltmaker Visitor Centre, uma experiência de compras única que oferece um vislumbre fascinante da história e do significado da roupa formal tradicional da Escócia.

Os destaques incluem exibições de vários tartans de clãs, bem como a chance de realmente assistir kilts sendo feitos nas oficinas no local. Kilts artesanais também estão disponíveis para compra.

14. Antiga Igreja de St. Stephen’s

Embora construída em 1700, a Antiga Igreja de St. Stephen’s fica em um local religioso muito mais antigo que remonta aos tempos celtas. E foi certamente uma boa escolha de localização. Com vista para o Rio Ness, é uma igreja extremamente fotogênica.

Certifique-se de aparecer para dar uma olhada em seu interior. Os destaques incluem o órgão histórico da igreja, recentemente restaurado e colocado à prova regularmente durante os cultos e recitais.

Se houver tempo em seu itinerário para outra igreja, certifique-se de que seja a Igreja Católica de Santa Maria. Construído em 1837, também possui um magnífico cenário ribeirinho, e é uma excelente foto.